Araxá, 06 de Dezembro 2019
Clima Agora
°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Saúde e Educação

Publicado em:01/11/2019
:: Saúde :: Prefeitura intensifica cadastro nas unidades do Programa Estratégias Saúde da Família
Trabalho visa organizar o processo de trabalho, e definir prioridades ampliando ações de promoção e prevenção

Trabalho de cadastramento será realizado até o próximo dia 5

A Prefeitura de Araxá intensifica cadastramento com a população residente nos bairros que abrangem as Estratégias Saúde da Família (ESF), os antigos Programa Saúde da Família (PSF), entre os dias 21 de outubro e 5 de novembro, das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira, através de diagnóstico realizado pelos agentes comunitários de saúde (ACS´s). Conhecer a rotina da família é primordial para que seja realizado o cadastramento e o acompanhamento pelas equipes. As famílias que não forem encontradas nestes horários poderão entrar em contato com a Unidade de Saúde, para agendar um horário na realização deste cadastro. Os agentes estão deixando nas residências um bilhete, informando a visita e o telefone de contato.

Esse trabalho visa organizar o processo de trabalho, e somente através desses dados, a Secretaria Municipal de Saúde conseguirá definir prioridades ampliando ações de promoção e prevenção dos agravos da população, de acordo com a realidade de cada local. A Estratégia Saúde da Família busca promover a qualidade de vida da população, se fortalece como uma porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) e está ligada à Unidade Básica de Saúde (UBS). Em Araxá, são 18 unidades ESF´s e o Projeto Rural “Conexão Rural" coordenadas pelo setor da Atenção Primária, que atendem todos os bairros da cidade.

A Referência Técnica das ESF´s, Lidiane Valéria Lopes Souza, destaca que o objetivo maior é de sensibilizar a população sobre a importância desse cadastramento das famílias e dos indivíduos que nela residem. “Somente conhecendo toda nossa população, que conseguiremos realizar o cuidado integral à saúde, nas Estratégias Saúde da Família, e quando necessário, no domicílio e demais espaços comunitários (escolas, associações, entre outros), dando atenção especial às populações que mais precisam de assistência”.