Araxá, 23 de Agosto 2019
Clima Agora
°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Agronegócios

Publicado em:16/05/2019
:: No Campo :: Prefeitura cadastra estabelecimentos no Serviço de Inspeção Municipal
Com a legalização, vários estabelecimentos também podem se adequar para obter a equivalência do IMA

Equivalência permite que produtos sejam comercializados em todo Estado

O Frigorífico Municipal de Araxá foi reativado em 2017 e a partir desse ano, passou a contar com o Serviço de Inspeção Estadual através do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Desde a reabertura, a operação era feita pelo Sistema de Inspeção Municipal (SIM) e agora o benefício foi ampliado. A Administração Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural não mediu esforços para que fossem feitas as readequações e reestruturações atendendo as demandas dos produtores de Araxá. Obter a equivalência e adequação junto ao IMA permite que os produtos fabricados na cidade, sejam comercializados em todo o território estadual.

A veterinária coordenadora do SIM, Rose Oliveira, explica que a reabertura do frigorífico fomentou o comércio de gado para os estabelecimentos e todos os empresários da área; o abate dos animais ficou mais barato, há economia com o frete; os estabelecimentos abatem o seu próprio gado o que funciona como rastreamento; tudo isso traz para o consumidor uma carne mais fresca, mais saudável, sem conservantes ou aditivos.

Ela destaca ainda que com o SIM, produtores de diversos segmentos podem se cadastrar para receber orientações, visando comercializar em todas as cidades de Minas Gerais. Tem fábricas de doce que operavam com o SIM e estão aguardando a equivalência do IMA.

“O prefeito Aracely não mede esforços para ajudar e contribuir com o crescimento das empresas. Além do frigorífico, outros estabelecimentos já estão cadastrados no SIM como açougues, fábricas de manteiga, iogurte, de sorvetes, de embutidos e peixarias”, reforça.

Rose ressalta que é importante as empresas se cadastrarem no SIM porque recebem orientação e acompanhamento para ampliar a comercialização no Estado. “Todas as empresas, principalmente aquelas que manipulam produtos de origem animal, como mel, ovos, carne, leite e derivados; precisam se cadastrar. O estabelecimento recebe um selo de qualidade atestando que o produto é inspecionado, acompanhado e passa para a nova etapa que é ter autorização do IMA para comercializar em outros municípios”, salienta Rose.

O empresário Adineor Carneiro de Paula Jr., afirma que receber o selo SIM, traz confiabilidade no trabalho prestado pelo frigorífico, gera empregos e facilita o comércio em Araxá, a importação de carne, de produtos pra loja e revenda. “A gente tem confiança na qualidade da mercadoria, fizemos visitas, verificamos a carne e o ambiente que é totalmente limpo e esterilizado”, conta.

A veterinária explica ainda que haverá alterações na legislação dos açougues e por isso estão fazendo visitas aos estabelecimentos, repassando orientações. A lei começa a vigorar em seis meses, mas é importante informar aos donos de estabelecimentos. São pequenas adequações que vão trazer muitos benefícios. A população vai consumir produtos mais corretos, com mais segurança sanitária. Os interessados podem procurar a Secretaria de Desenvolvimento Rural, no Centro Administrativo, no bairro Guilhermina Vieira Chaer para se orientar e agendar visitas. O horário de atendimento é das 13h às 17h, telefone para informações é 3691-7040.