Araxá, 22 de Agosto 2019
Clima Agora
°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Política

Publicado em:10/05/2019
:: Encontro Nacional :: Lídia Jordão faz palestra no 13º Encontro Mulheres com Direito
Vice-prefeita participou do Encontro na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Encontro foi realizado na sede da Assembleia Legislativa de SP

Lídia Jordão representou Minas Gerais, juntamente com mais nove mulheres da área do Direito, de outros estados do País. Ela foi convidada pela coordenação geral do Encontro, através da Drª Fabiana Garcia. Para Jordão, o Encontro Mulheres com Direito reúne um segmento muito importante do ponto de vista da garantia do acesso de mulheres aos direitos fundamentais e comuns aos gêneros.

O evento mobilizou, em uma noite, várias especialistas e executivas, que juntas representam uma camada importante de mulheres que lutam e defendem a diversidade, a sonoridade e os direitos comuns.

O diálogo e a interação entre as palestrantes, com temas abrangentes e significativos, segundo a vice-prefeita, foi extremamente positivo: “A presença efetiva das mulheres no Encontro, debatendo e recolhendo sugestões, foi fundamental para avançarmos na ocupação do espaço feminino na sociedade. As discussões foram com bases éticas e num diálogo construtivo, entre platéia, palestrantes e coordenação. O Encontro nos ajudou a olhar nosso papel na sociedade, como responsável em participar de maneira efetiva para que nós, mulheres, tenhamos nossos direitos assegurados concretamente”, avalia a palestrante por Minas Gerais, Lídia Jordão.

“Lugar de Mulher é ir onde ela quiser” foi o tema da palestra da vice-prefeita de Araxá. Durante sua exposição, Lídia Jordão enfatizou a necessidade de ser repensado o papel da mulher na luta pelos seus direitos, a partir de uma concepção fundamentada não apenas nos conceitos instituídos através do “podemos sim”, mas dentro dos preceitos legais e constitucionais.

Para Lídia o encontro foi enriquecedor, afinal, observa, foram debatidos temas que versam sobre o panorama político das últimas eleições, como a participação da mulher negra no exercício profissional, as mulheres advogadas presentes em empresas privadas, em cargos públicos. Ela vê o Movimento Mulheres com Direito de maneira crescente e com consistência. “O Movimento muito para evoluir, tanto no campo da advocacia, com representatividade feminina na OAB, como no campo político e em outras áreas de atuação” analisa.