Araxá, 17 de Agosto 2019
Clima Agora
°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Cultura e Arte

Publicado em:12/08/2014
:: Capital Nacional da Dança :: Araxá se prepara para 14ª Edição do Dançaraxá
Apresentações aconteceram de quinta a domingo no Centro Cultural do Sesc. Vale Conferir...

Dançaraxá oferece também mostra, mesa temática, oficinas e fórum

Araxá se transforma mais uma vez na capital da dança com a realização da 14ª Edição do Festival de Dança Competitiva Dançaraxá. O tradicional evento será realizado entre o período de 14 a 17, respectivamente de quinta-feira a domingo e, de acordo com a organização, contará com 310 coreografias, apresentadas com companhias de 25 cidades dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Goiás, além do Distrito Federal. O festival é realizado pela Escola de Dança Elaine e Companhia e pelo Sesc e conta com o apoio da CBMM e Bem Brasil através da Lei de Incentivo à Cultura.

Além da competição de dança, o Dançaraxá oferece também mostra, mesa temática, oficinas e fórum. As apresentações serão no Centro Cultural do Serviço Social do Comércio (Sesc) e a entrada é gratuita. As pessoas que quiserem poderão doar 1 kg de alimento não perecível nos dias das apresentações. Os donativos serão encaminhados para o projeto Mesa Brasil Sesc.

A programação do Festival contará com oficinas gratuitas nas modalidades ballet clássico intermediário, ballet clássico avançado, danças urbanas e jazz e também uma Mesa Temática e um fórum sobre Composição Coreográfica.

As coreografias que participarão da competição estão divididas em cinco categorias: Infantil (de 7 a 11 anos), Júnior (de 12 a 14 anos), Sênior (de 15 a 17 anos), Adulto Iniciante ou Intermediário (a partir de 18 anos) e Adulto Avançado (a partir de 18 anos). No total, 1.710 bailarinos participarão do Dançaraxá.

O evento tem objetivo de promover um intercâmbio entre os grupos participantes, propiciar o treinamento e a capacitação de bailarinos contribuindo para aperfeiçoamento do conhecimento técnico e profissionalização, bem como a reflexão constante da atividade por meio de oficinas gratuitas, fóruns e mesas temáticas. Além disso, o projeto divulga e promove a diversidade cultural da arte da dança, contemplando a variedade de modalidades, como ballet clássico, ballet clássico de repertório, jazz, moderno, sapateado, danças urbanas, estilo livre e contemporâneo.

Premiação

As companhias e bailarinos concorrerão a prêmios que variam de R$ 500 a R$ 4 mil reais. Serão avaliados o Melhor Grupo do Festival, a Melhor Bailarina, o Melhor Bailarino, o Grupo Destaque e a Coreografia Destaque e além da premiação em dinheiro receberá um troféu.

Jurados

Quatro jurados serão responsáveis pela avaliação do desempenho das companhias e bailarinos: Edy Wilson, Adriana Villela, Márcia Delmondes e Alex Snoop.